Informações Clínicas para o Público

HPV - Condiloma Acuminata

HPV é o vírus do papiloma humano. Alguns tipos de HPV infectam a pele genital e anal e são transmitidos sexualmente. O HPV é extraordinariamente comum. A maioria das pessoas sexualmente activas terá HPV nalguma altura das suas vidas. A maioria dos homens nunca chega a saber que teve HPV. Há mais de 40 tipos de HPV e alguns deles causam as vulgares verrugas genitais, ou condiloma acuminata. Estes são considerados HPV de baixo risco, porque é muito rara a sua associação a neoplasias malignas genitais ou anais. Outros tipos, os de alto risco, podem causar alterações nas células e têm potencial de formação de neoplasias. O HPV é contraído por contacto directo de pele com pele. Isto pode ocorrer por relações sexuais, vaginais ou anais, ou simplesmente por contacto genital. Também pode ser transmitido por sexo oral, apesar de ser menos frequente. Quando uma pessoa têm HPV, é provável que o parceiro também tenha o vírus, apesar deste facto poder ser difícil de comprovar.

Como posso reduzir o risco de contrair o HPV?

Não ter relações sexuais é a única maneira de prevenir o HPV. O HPV é tão comum que mesmo pessoas que só tiveram um parceiro sexual nas suas vidas podem contrair o virus. A utilização de preservativo reduz o risco, no entanto, a pele genital não recoberta pelo preservativo pode também ser afectada.

Existe actualmente uma vacina, a Gardasil®, que previne o aparecimento de condiloma, disponível para rapazes e jovens adultos, com idades entre os 9 e os 26 anos.

Deverei ser testado?

Presentemente, os testes de diagnóstico do HPV não estão aprovados para utilização em homens fora de ensaios clínicos. Investigadores procuram melhores maneiras de rastrear homens e a falta de testes fidedignos para homens pode ser algo frustrante. A Peniscopia é ainda o exame mais indicado para a identificação de condiloma nos homens.

Existem diversas alternativas para o tratamento dos condiloma, com os tratamentos com LASER, a aplicação de ácido tricloroacético ou a cirurgia.

Tito Leitão