Informações Clínicas para o Público

Sangue na urina (Hematúria)

O sangue na urina pode ser visível a olho nu (hematúria macroscópica), ou ser apenas detectada numa análise de urina (hematúria microscópica).

O que fazer quando aparece sangue na urina?

Um episódio de sangue na urina deve ser sempre investigado por um médico, ou pelo seu Médico de Família, ou pelo seu Urologista.

Causas

A urina é produto da filtragem do sangue por parte dos rins e é constituída por água onde se encontram diluídas substâncias eliminadas pelo organismo. A urina é depois transportada pelos ureteres até à bexiga, onde é armazenada até haver a oportunidade de urinar. Quando urinamos, a urina atravessa a próstata e a uretra, nos homens, e apenas a uretra, nas mulheres. O sangue pode, assim, ter origem em todos estes órgãos.

É importante notar que a quantidade de sangue não tem, necessariamente, relação com a gravidade da situação. Uma pequena quantidade pode ser sinal de doença grave, nomeadamente de tumores malignos. Deve, portanto, haver um elevado grau de suspeição. O sangue na urina pode ser acompanhado por outros sintomas urinários, que podem ajudar a determinar a causa.

As causa mais frequentes de aparecimento de sangue na urina são:

  • Infecção das vias urinárias;
  • Cálculos das vias urinárias;
  • Tumor da bexiga;
  • Tumor do rim;
  • Hiperplasia benigna da próstata (HBP);
  • Tumor da próstata;
  • Doenças da coagulação do sangue;
  • Medicamentos anticoagulantes ou antiagregantes plaquetários;
  • Traumatismos;
  • Cistite intersticial ou cistite rádica;
  • Instrumentação médica ou urológica.
  • Como se diagnostica a causa?

    A avaliação da hematúria deve incluir uma história médica completa, e análises à urina e ao sangue.

    O seu médico pode também requisitar uma ecografia renal e vesical, para identificar ou excluir patologias destes órgãos. A tomografia computorizada (TC), particularmente se acompanhada de uma urografia por TC (UroTC), é um dos exames de eleição para a avaliação de doenças do aparelho urinário. O seu Urologista poderá realizar uma cistoscopia, que consiste na introdução de um instrumento óptico fino e flexível pela uretra, que vai permitir a visualização do interior da uretra, próstata e bexiga.

    Como se trata?

    O tratamento é variável e depende da causa. Deverá consultar, sem demora, o seu Urologista para ser correctamente avaliado e tratado.

    Se o sangue vier acompanhado de coágulos, o tratamento será, geralmente, em contexto de urgência, com uma algaliação e lavagem da bexiga com soro. A hemorragia, independentemente da causa, cessa quase sempre sem necessidade de intervenção cirúrgica, podendo, nos casos mais graves, ser necessário um internamento hospitalar.

    Em doentes que tomam antiagregantes plaquetários ou anticoagulantes, estes devem ser interrompidos até indicação médica.

    Se a causa for uma infecção, o tratamento antibiótico irá provavelmente resolver o problema. Pode, no entanto, haver uma doença subjacente, que necessite de avaliação e tratamento por um Urologista, especialmente se as infecções forem recorrentes e/ou acompanhadas de outros sintomas.

    Se a causa for um cálculo das vias urinários, este deverá ser partido e eliminado.

    Se estamos na presença de um tumor da bexiga, este deve ser removido cirurgicamente. A caracterização histológica do tumor irá determinar a necessidade de tratamento subsequente e o nível de acompanhamento, que é, geralmente, apertado. No caso de um tumor do rim, este deve ser, se possível, removido cirurgicamente.